Postagens

Por um transporte público acessível e de qualidade

Imagem
Diante dos protestos dos últimos dias paramos pra refletir o papel do cidadão, frente as políticas públicas e a problemática instaurada no mundo moderno. O posicionamento do Greenpeace manifesta também nossa opinião e gostaríamos de compartilhar esses ensinamentos e discussões, para que sejam construídas formas de pensar e agir não limitados a um posicionamento político, mas sim, a favor do bem estar da população e em respeito aos direitos públicos.
Pelo direito à manifestação sem violência e pelo transporte público acessível
As manifestações contra o aumento da passagem do transporte público começaram em São Paulo e tiveram rápida adesão no Rio, em Belo Horizonte e em Curitiba. Outras cidades prometem ter manifestações semelhantes nos próximos dias, o que mostra a urgência do tema.

ONGs ambientais lançam plataforma para fiscalizar Código Florestal

Imagem
Entidades civis e ambientais lançaram nesta terça-feira (21), em Brasília, o Observatório do Código Florestal. A plataforma pretende acompanhar a implantação da lei no país com a produção de dados, informações e análises dos ambientalistas.


O grupo - formado por Conservação Internacional, Ipam (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia), Instituto Centro de Vida, Instituto Socioambiental, SOS Mata Atlântica, The Nature Conservancy Brasil e WWF-Brasil – pretende acompanhar, principalmente, o desempenho do Programa de Regularização Ambiental e do CAR (Cadastro Ambiental Rural).
O CAR, uma das exigências do Código Florestal, vai funcionar como uma espécie de banco de dados das propriedades rurais. Ele vai ajudar o governo a identificar as áreas de reservas legais e de preservação permanente, as chamadas APPs, em cada terreno, além de acompanhar a recuperação da cobertura vegetal. Segundo o Ministério do Meio Ambiente, 24 Estados já têm acordos assinados para adesão ao sistema.
Segundo …

2030: o ano final do Cerrado

Imagem
Estudos da ONG ambientalista Conservação Internacional Brasil (CI-Brasil) indicam que o Cerrado deverá desaparecer até 2030.


Estudos da ONG ambientalista Conservação Internacional Brasil (CI-Brasil) indicam que o Cerrado deverá desaparecer até 2030. Dos 204 milhões de ha originais, 57% já foram completamente destruídos e a metade das áreas remanescentes estão bastante alteradas, podendo não mais servir à conservação da biodiversidade. A taxa anual de desmatamento no bioma é alarmante, chegando a 1,5%, ou 3 milhões de ha/ano. As principais pressões sobre o Cerrado são a expansão da fronteira agrícola, as queimadas e o crescimento não planejado das áreas urbanas. A degradação é maior em Mato Grosso do Sul, Goiás e Mato Grosso, no Triângulo Mineiro e no Oeste da Bahia.
Imagem
Dicas para Construir uma Casa Mais Sustentável

Terrenos não sombreados por outros edifíciosRuas com pouco trânsito automóvelLocais com acesso a transportes públicos

Áreas de Preservação Permanente Urbanas

Imagem
As Áreas de Preservação Permanente foram instituídas pelo Código Florestal (Lei nº 4.771 de 1965 e alterações posteriores) e consistem em espaços territoriais legalmente protegidos, ambientalmente frágeis e vulneráveis, podendo ser públicas ou privadas, urbanas ou rurais, cobertas ou não por vegetação nativa.

ESTUDO REFORÇA: Áreas protegidas protegem de verdade

Imagem
Estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Michigan, Estados Unidos, que contou com a participação do brasileiro Britaldo Silveiras Soares-Filho, da Universidade Federal de Minas Gerais, reforçou as evidências de que áreas protegidas reduzem o desmatamento da floresta amazônica brasileira.

A Importância da consciência Ambiental para o Brasil e para o Mundo

Imagem
A partir da escassez dos recursos naturais, somado ao crescimento desordenado da população mundial e intensidade dos impactos ambientais, surge o conflito da sustentabilidade dos sistemas econômico e natural, e faz do meio ambiente um tema literalmente estratégico e urgente.Durante o período da chamada Revolução Industrial não havia preocupação com a questão ambiental. Os recursos naturais eram abundantes, e a poluição não era foco da atenção da sociedade industrial e intelectual da época.

30 Anos de Resoluções CONAMA em um Único Volume

Imagem
O Ministério do Meio Ambiente lançou no ano passado uma edição especial do livro de resoluções normativas do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA). A obra é uma mão na roda para analistas ambientais, gestores públicos, funcionários do Ibama e ICMBio e pessoas que trabalham usando a legislação ambiental brasileira.
O livro é um calhamaço de 1125 páginas que está disponível em formato PDF para quem quiser.  Há duas maneiras de consultar às resoluções: uma pelo índice cronológico e outra pelo índice temático. O índice cronológico começa pela resolução mais recente e vai até a mais antiga. São tantas que a lista ocupa 18 páginas. Já o índice temático, como o próprio nome entrega, separa as normas por assuntos, como Áreas Protegidas, Qualidade de Água e Gestão de espécies de fauna e flora.

No final do documento, uma lista de siglas é publicada e serve como guia para a leitura. O livro foi lançado no ano passado pelo Ministério de Meio Ambiente por ocasião da Conferência …

Renove!

Imagem
Blocos de concreto reaproveitados de uma maneira bem original;

Cores para os Diferentes Tipos de Resíduos

Imagem
AZUL Papel/papelão VERMELHO Plástico VERDE Vidro AMARELO Metal LARANJA Resíduos perigosos BRANCO Resíduos ambulatoriais e de serviços de saúde ROXO Resíduos radioativos MARROM Resíduos orgânicos PRETO Madeira CINZA Resíduo geral não reciclável ou misturado, ou contaminado não passível de separação. Fonte: Resolução CONAMA 275/01 - estabelece o código de cores para os diferentes tipos de resíduos.
SÍMBOLOS  Contribua para a reciclagem das suas embalagens! Adote a simbologia de Reciclagem!
A embalagem é uma importante ferramenta de comunicação, que pode ser trabalhada como instrumento de Educação Ambiental. Por meio dos Símbolos de Reciclagem, o consumidor poderá identificar de maneira rápida e fácil que a embalagem é reciclável e que deve ser descartada seletivamente visando facilitar o seu encaminhamento para a indústria recicladora.
Ainda, a identificação da embalagem com o símbolo respectivo